População opina sobre Plano de Mobilidade Urbana

       Continua em fase de construção o Plano de Mobilidade Urbana de Francisco Beltrão, que será implantado no decorrer deste ano. De acordo com o arquiteto Dalcy Salvati, do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano da Prefeitura de Francisco Beltrão (IPPUB), que coordena os trabalhos, a participação da população neste momento com a apresentação de sugestões é considerada de fundamental importância.

       A comunidade, individualmente ou através de entidades, deve participar das reuniões da Comissão de Acompanhamento e de audiências públicas que serão realizadas em breve. Outra alternativa é acessar a página da prefeitura na internet, www.www.franciscobeltrao.pr.gov.br e clicar no banner para responder um questionário sobre mobilidade.

       Para elaborar o Plano do município, o primeiro passo foi criação da Comissão Técnica. Agora está sendo feito um diagnóstico dos problemas e serão propostas alternativas para a mobilidade. A previsão é que até o mês de abril o plano esteja concluído. A iniciativa atende a Lei Federal nº 12.587/2012, que obriga os municípios com mais de 20 mil habitantes a terem seu plano.

       Mobilidade urbana é a condição criada para as pessoas e cargas se locomoverem entre as diferentes regiões de uma cidade. Os automóveis particulares e os transportes públicos são os meios mais utilizados para os deslocamentos.

       Conforme Dalcy, os automóveis representam um grande problema para a qualidade da mobilidade urbana, principalmente nos grandes centros urbanos e metrópoles. Quando não há um correto planejamento urbano e investimentos em alternativas ao transporte público como meio de locomoção, as cidades sofrem com a superlotação de automóveis, responsáveis pelos congestionamentos e prejudicando a qualidade de vida das pessoas.




Skip to content