Orientações sobre Meningites

Meningite é uma infecção que ataca as meninges, três membranas que envolvem e protegem o encéfalo, a medula espinhal e outras partes do sistema nervoso central. As meningites virais são as mais comuns e seu quadro é mais leve. As meningites bacterianas são mais graves e o início do tratamento deve ser imediato. As principais bactérias são os meningococos, pneumococos, Haemophilus influenzae.

Os sintomas são febre, dor de cabeça, rigidez na nuca (dificuldade de encostar o queixo no peito), vômitos e manchas avermelhadas pelo corpo (forma mais grave).

A transmissão da meningite se dá principalmente através do contato com secreções (gotículas de saliva, espirro) da pessoa infectada.

O tratamento é realizado através de antibiótico preconizado pelo Ministério da Saúde através de protocolos. Acontece uma investigação e dependendo do tipo de meningite pode ser indicada a medicação de bloqueio nos contatos mais próximos e que tiveram exposição mais prolongada com a pessoa infectada.

CALENDÁRIO VACINAL:

As vacinas que fazem parte do calendário oficial do Ministério da Saúde são a Meningocócica C, a Pneumocócica 10-Valente, a Haemophilus influenzae b e a BCG,

BCG – uma dose ao nascer, que imuniza contra formas graves de tuberculose com possibilidades de evoluírem para meningite.

Pentavalente – três doses aos 2, 4 e 6 meses, previne Haemophilus influenzae b;

Pneumocócica 10 valente – três doses aos 2, 4 e 12 meses; previne 10 tipos de pneumococos;

Meningocócica C – 03 doses aos 3, 5 e 12 meses + reforço dos  11 aos 14 anos;

A vacina meningocócica C foi introduzida no calendário básico de vacinação no ano de 2010. Crianças nascidas antes de 2010 não realizaram as primeiras 3 doses, devendo estar atentas para realizar a dose de reforço de 11 a 14 anos.

As redes particulares de vacina possuem duas vacinas que não fazem parte do calendário básico: meningocócica B e meningocócica conjugada quadrivalente ACWY.

CUIDADOS GERAIS:

  • Manter ambientes arejados, abrindo as janelas;
  • Lavar as mãos com frequência, especialmente antes das refeições;
  • Manter higienizados ambientes, móveis, brinquedos, utensílios de uso comum;
  • Evitar grandes aglomerações em ambientes pouco ventilados;

SITUAÇÃO ATUAL

A Secretaria Municipal de Saúde mantém vigilância contínua de todo e qualquer caso suspeito de meningite, não havendo surto da doença no município, sendo registrados dois casos isolados no mês de janeiro.

Quanto a Meningite Meningogócica (a forma mais grave e com maior letalidade), não há casos suspeitos ou confirmados no município.

Ressaltamos que todas as medidas estão sendo tomadas com objetivo de prevenir a ocorrência de casos.

Andréa Zorzo de Almeida

Diretora de Vigilância em Saúde da secretaria municipal de Saúde de Francisco Beltrão




Skip to content