Lideranças da Água Branca conhecem projeto de avenida que cruzará o bairro

Da assessoria

Neto e Scirea mostram aos membros da comunidade o projeto da avenida, que terá até ciclovia

Neto e Scirea mostram aos membros da comunidade o projeto da avenida, que terá até ciclovia

Representantes do clube de mães, da Igreja e da comunidade de Água Branca conheceram nesta terça-feira o projeto da atual avenida Pato Branco, que corta o bairro e será pavimentada. A comitiva foi recebida pelo prefeito Antonio Cantelmo Neto (PMDB) e pelo vice e secretário de Planejamento, Eduardo Scirea (PT), que apresentaram o projeto e esclareceram dúvidas.

A intenção da Prefeitura é tornar a rua uma avenida com 16 metros de largura, duas pistas com estacionamento lateral, calçada e a primeira ciclovia de Beltrão. O projeto também inclui a capacidade de aumento da largura para 25 metros, em uma segunda etapa de obras.

Segundo Scirea, existe uma verba de R$600 mil do deputado Assis do Couto para o calçamento, além do repasse de recursos de dois loteadores e a contrapartida de cerca de R$300 mil do Município para a pavimentação com calçamento, o que deve ser licitado dentro de 30 dias. O projeto também prevê a instalação de galerias pluviais e retirada de terras de pontos íngremes.

Historicamente, a avenida Pato Branco foi o primeiro acesso ao que seria a futura cidade de Francisco Beltrão, aberta ainda na década de 40. Hoje, a estrada ainda é de chão e há poucos anos foi compreendida na área urbana, com a expansão do perímetro urbano da cidade até à rodovia PR-483. “Ficamos satisfeitos em ver o que realmente será feito com aquela via que é importante, pois a previsão é de que o bairro cresça cada vez mais”, pontuou Renir “Chico” Comunello, presidente da comunidade.

A comitiva de lideranças também apresentou a preocupação com o espaço social da comunidade, que tem a intenção de melhorar o ginásio de esportes, que também é utilizado como pavilhão, e construir um centro comunitário adequado, principalmente porque realiza uma das mais tradicionais festas gastronômicas do município, a Fest Peru.

Para o prefeito Cantelmo Neto, esta aproximação com o poder público é importante para que o bairro receba melhorias. “Claro que não poderemos atender todos os pedidos que uma localidade possui, mas queremos dividir com a comunidade a priorização de ações; são as pessoas que têm que nos dizer o que é mais importante para elas”, afirma Neto.




Skip to content