Beltrão prepara retorno das aulas

       O ano letivo de 2021 nas escolas municipais e nos Centros Municipais de Educação Infantil de Francisco Beltrão (CMEIs) começa no dia 18 de fevereiro. Seguindo os protocolos de saúde e todas as medidas de prevenção, as crianças poderão voltar a frequentar as salas de aula, o que não acontece há quase um ano devido a pandemia. Nesta semana a secretaria municipal de Educação realizou reuniões com diretores das escolas e CMEIs para tratar do início do ano letivo. 

        “É claro que não será uma situação de total normalidade. Isso só vai acontecer quando todos estiverem vacinados. Mas fizemos um planejamento para que todos que queiram possam retornar para a sala de aula. Vamos adotar um sistema híbrido, mas as nossas crianças terão a oportunidade de frequentar as aulas de forma presencial”, explica o prefeito Cleber Fontana. 

          A secretária municipal de Educação, Mariah Ivonete Silva, explica que os CMEIs funcionarão com 50% da capacidade. Um grupo frequentará pela manhã e outro à tarde. Desta forma, todos serão atendidos em meio período. Nas escolas será feito o rodízio, também respeitando metade da capacidade. Um grupo de alunos frequenta a escola uma semana e na semana seguinte faz atividades em casa. Quem estava em casa vai para a escola naquela semana.

        “Todas as decisões passam pelos protocolos de saúde e pela segurança. Faremos avaliações periódicas para ter certeza que tudo estará funcionando bem. Vamos disponibilizar máscaras e álcool gel para os alunos e profissionais da educação. As equipes da merenda escolar também usarão luvas e disponibilizaremos escudo facial para os professores que quiserem”, enfatiza. 

          Mariah explica que os pais terão a opção de permitir que os filhos frequentem a escola ou permaneçam em casa, o chamado ensino remoto. “Os pais terão total liberdade para decidir, mas acreditamos que a maioria vai apoiar o retorno das crianças para a sala de aula”, comenta a secretária. Relata ainda que os cuidados serão adotados em todos os ambientes, desde a sala de aula até a hora de servir a merenda escolar. “Através desta união de forças e com a colaboração de todos iniciaremos esta retomada”, comenta a secretária. 




Skip to content