Secretaria retomará inscrição para casas destinadas à famílias de baixa renda

Da assessoria

Beltrão tem projeto de mil moradias aprovado pelo Governo Federal

Beltrão tem projeto de mil moradias aprovado pelo Governo Federal

Em março, a Secretaria de Assistência Social abrirá novamente as inscrições de famílias de baixa renda no chamado Cadastro Único, para construção de casas para pessoas de baixa renda. A continuidade das inscrições será feita em virtude de que o número atual de famílias cadastradas – cerca de 700 – é insuficiente para atender a demanda de um projeto para construção de mil moradias no município.

Para a secretária da pasta, Ana Lucia Manfrói, a procura é baixa porque muitas famílias que necessitam se inscrever novamente ainda não o fizeram, como as cadastradas antes de 2012. “No ano passado a gente estabeleceu novos critérios, formando um novo cadastro, e muitas das pessoas que haviam se cadastrado antes disso não retornaram para renovar as informações”, comenta Ana.

Podem fazer parte do cadastro famílias com renda mensal de até R$1,6 mil e que não possuam casa própria. A Secretaria também exige uma série de negativas e documentos sobre a situação financeira da família, que inclui extrato bancário e de bens, que são usados como critério de eliminação, buscando contemplar quem, de fato, não possua condições de adquirir a casa própria. Mães solteiras, famílias com muitos filhos e idosos e deficientes têm preferência na escolha.

As inscrições serão retomadas a partir do dia 10 de março. Antes desta data, os interessados devem procurar a Secretaria de Assistência Social para retirar a lista dos documentos exigidos e agendar a inscrição, que terá hora marcada para cada candidato.

 

Em Beltrão, a Prefeitura tem liberado um projeto para construção de mil moradias para famílias de baixa renda, em parceria com a Caixa Econômica Federal e Governo do Estado. O projeto já tem local definido e as obras devem iniciar ainda este ano, segundo previsão da Secretaria de Planejamento.




Skip to content