Programa adolescente aprendiz viabiliza o primeiro emprego

13 de abril de 2022

        O Programa Adolescente Aprendiz, da Prefeitura de Francisco Beltrão, prossegue com o trabalho de atendimento aos adolescentes, que são preparados para o mercado de trabalho. A iniciativa tem a coordenação da secretaria municipal de Assistência Social e é desenvolvido pela Associação dos Amigos Escola Oficina Adelíria Meurer.  

      Por meio do programa, os adolescentes com idade a partir de 14 anos são encaminhados para o primeiro emprego. Atualmente são 153 adolescentes inseridos no mercado de trabalho através do programa, que viabiliza emprego amparado nas legislações trabalhistas, garantido a profissionalização e a proteção no trabalho para os adolescentes.

      De acordo com Paula Munareto, coordenadora do programa, “na parte inicial os adolescentes recebem orientação e capacitação para depois, efetivamente, iniciarem as atividades práticas na empresa”. Os adolescentes inseridos no programa são aqueles que frequentam o serviço de convivência e fortalecimento de vínculos ofertado pela secretaria de Assistência Social. Eles devem ser oriundos de famílias em situação de vulnerabilidade social.

       Para Nádia Bonatto, secretária de Assistência Social, “o primeiro emprego se dá através da teoria e da prática, oportunizando aos adolescentes o desenvolvimento integral das suas potencialidades profissionais, possibilitando melhores escolhas de suas profissões, muitas vezes definindo nesse processo o futuro profissional deles”. Ela também enaltece a parceria e colaboração dos empresários beltronenses, que abrem as portas das empresas para estes jovens.

       Nesta semana um grupo de adolescentes do programa participou de um encontro com a secretária Nádia. Acompanharam a reunião a coordenadora Paula, as educadoras Luciane Vargas Dias e Kellen Cristina Santa Cruz dos Santos.       Também participaram a coordenadora da Escola Oficina, Claudia Tonello, e a coordenadora do Centro da Juventude (CEJU), Inês de Oliveira Santos. Os adolescentes inseridos no programa de aprendizagem são atendidos por estes espaços que disponibilizam a participação cidadã e a formação geral para o mundo do trabalho.




Skip to content