Previsão do Tempo
Tempo em
Francisco Beltrão

º | º

Beltrão apresenta alto risco para a dengue

Publicado em

A secretaria municipal de Saúde de Francisco Beltrão concluiu o 1º Liraa de 2020 (Levantamento Rápido do Índice de Infestação) que mede a incidência do mosquito aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chigungunya. A situação é preocupante porque o índice está em 5,7%, considerado de alto risco e bem acima do último levantamento de 2019, realizado em novembro e que já foi elevado, de 4,1%.

      De acordo com Tânia Lise, coordenadora do setor de endemias da secretaria, os principais focos estão em locais habitados, com predominância em pratos de vasos de flores, cisternas, bebedouros, materiais recicláveis e até vasos sanitários descartados de forma irregular. De todos os focos localizados, somente 2,5% estão em terrenos baldios.

       Neste ano nenhum caso foi confirmado no município, mas existem nove notificações, que ainda estão em análise. No Paraná, somente neste mês de janeiro, já são 7.600 casos confirmados. Durante todo o ano passado foram notificados 459 casos em Beltrão e 15 confirmados, sendo 7 contraídos no próprio município e os demais importados. Outra preocupação relevante é que os focos estão espalhados em todas as regiões da cidade. Anteriormente estavam concentrados somente em alguns bairros.  

Mutirões Técnicos

          A administração municipal, por meio das secretarias municipais de Saúde, Meio Ambiente e de Viação e Obras iniciam na próxima semana os “mutirões técnicos” que visam ampliar o trabalho de conscientização e envolver ainda mais a comunidade nas ações de combate ao mosquito transmissor.

       Tânia explica que os agentes irão visitar todas as residências do perímetro urbano para explicar aos moradores os riscos da doença, o que cada um pode fazer para colaborar, os materiais que devem ser descartados e pedir o apoio para que descartem de maneira correta.

         No caso de materiais recicláveis, as equipes que coletam passarão nas casas para fazer a coleta. Já em relação a móveis, galhos e restos de construção civil domiciliares, os moradores deverão transportar para o descarte. A prefeitura disponibilizará um local para que isso aconteça. Será nas margens da PR 566, saída para Itapejara do Oeste, onde já são descartados galhos.

        Equipes estarão no local das 13h00 às 20h00, de segunda a sexta-feira Nos sábados no horário das 08h00 às 16h00. “Vamos intensificar as orientações, mas ao mesmo tempo cobrar a participação de todos nesta batalha contra a dengue”, explica Tânia Lise.

Roteiro dos Mutirões Técnicos

Dias 28, 29, 30 e 31/01 – Padre Ulrico e Conjunto Esperança

Dia 31/01 – Pinheirinho, Pinheirão, Cantelmo e Jardim Virgínia

Dias 03 e 04/02 – Sadia, Jardim Floresta, Itália, Júpiter e Nortão

Dia 05/02 – Cristo Rei, São Francisco e Novo Mundo

Dias 06 e 07/02 – Vila Nova, Miniguaçu e Jardim Seminário

Dia 10/02 – Cango e Guanabara

Dia 11/02 – Alvorada, Marrecas e Nova Petrópolis

Dias 12 e 13/02 – Industrial, São Cristóvão e Água Branca

Dia 14/02 – Centro

Dia 17/02 – Nossa Senhora Aparecida

Dia 18/02 – Aeroporto e Bom Pastor

Dia 19/02 – São Miguel

Dia 20/02 – Luther King e Presidente Kennedy

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.