Previsão do Tempo
Tempo em
Francisco Beltrão

º | º

Adultos também voltam às aulas em Beltrão

Publicado em

Não foram somente crianças e adolescentes que retornaram às aulas neste mês de fevereiro. Em Francisco Beltrão dezenas de estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA) também iniciaram o ano letivo no dia 05. São pessoas de todas as idades que frequentam as 13 turmas espalhadas pela cidade.

        São jovens, homens e mulheres que por algum motivo não concluíram seus estudos e agora retornam aos bancos escolares em busca da formação. A secretária municipal de Educação, Mariah Ivonete Silva, informa que o município é responsável pela EJA Fase 1, que consiste na alfabetização. São atendidos alunos que nunca frequentaram a escola e os que não conseguiram concluir os estudos.

       As aulas são diárias, à tarde ou à noite. A administração municipal disponibiliza professores efetivos da rede municipal, garantindo ensino de qualidade. As turmas da EJA estão localizadas nos colégios Tancredo Neves, Léo Flach e João Paulo II, nas escolas municipais Higino Pires Neto, Recanto Feliz,  Madre Boaventura, Germano Mayer, Francisco Manoel, Pedro Algeri e Bom Pastor, além de uma turma no CEEBJA e outra no Centro Catequético do Bairro Padre Ulrico.

        No Bairro Padre Ulrico, no Colégio Léo Flach,  estuda a turma da professora Carmem Sandra Guidini, que se sente realizada em trabalhar com adultos: “Estou quase me aposentando e há 3 anos resolvi encarar esse desafio, que está sendo a coroação do meu trabalho como professora. São muitas histórias e lições de vida que aprendo com meus alunos. Nesse processo acontece a verdadeira troca de aprendizagem”, comenta a professora.

       Quem não terminou os estudos e deseja frequentar as aulas da EJA, basta procurar uma das escolas citadas, a secretaria municipal de Educação ou ligar para (46) 3520-2140. “Muitas pessoas que não tiveram a oportunidade de estudar ou de concluir os estudos na idade considerada ideal, aproveita a oportunidade através da EJA. Nosso objetivo é que todos os beltronenses sejam alfabetizados, por isso a administração municipal disponibiliza a estrutura necessária”, finaliza Mariah. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.