Previsão do Tempo
Tempo em
Francisco Beltrão

º | º

Formando Cidadão apresenta planejamento para 2020

Publicado em

Nesta quinta-feira (20) aconteceu a apresentação dos profissionais envolvidos no Programa Formando Cidadão em Francisco Beltrão. Foi na sede do 21º Batalhão da Polícia Militar, com as presenças de representantes da Secretaria Municipal de Assistência Social, CRAS, CREAS, Centro da Juventude (Ceju), Centro de Convivência dos Idosos, Polícia Militar e os instrutores das oficinas que serão realizadas no decorrer do ano.

         A coordenadora do programa, Vera Witt, enfatizou a importância do trabalho em rede. “O objetivo do evento é apresentar os instrutores que irão trabalhar as oficinas, bem como aproximar o diálogo com os demais profissionais que contribuem para inserção no programa”, comentou. Neste ano, além do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, que é assessorado por uma psicóloga, também serão ofertadas oficinas de futebol, desenho e capoeira. O policial Padilha será o responsável pelas aulas de ordem unida.

       O Subcomandante do 21º BPM, Major Rogério Pitz, resgatou o histórico do Formando, que iniciou em 2001 e se manteve desde então. Também lembrou a importância da parceria entre a administração municipal e a Polícia Militar para o sucesso da iniciativa.

      A coordenadora da secretaria de Assistência Social, Flávia Bedin, discorreu sobre as mudanças que o projeto passou. Explicou que o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos é realizado em grupos com temáticas de acordo com o ciclo de vida, a fim de complementar o trabalho social com as famílias e prevenir a ocorrência de situações de risco social.

         Também destacou a importância da parceria com a Polícia Militar, que tem contribuído para o aperfeiçoamento e o bom andamento do Programa. O Formando Cidadão atende adolescentes a partir de 12 anos, que almoçam no 21° BPM e durante as tardes participam das diferentes atividades. Os encaminhamentos são feitos através da rede de proteção, em especial dos CRAS, a partir das demandas levantadas em cada território.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.